29/12

Francisco Lopes junto dos trabalhadores na defesa da produção nacional

 

No distrito de Castelo Branco, Francisco Lopes visitou a empresa DAMAR, Queijaria industrial sediada no Fundão, assistindo a todo o processo produtivo daquela empresa, culminando com umas breves palavras aos trabalhadores. O essencial desta visita centrou-se num claro exemplo da aposta e da importância do aparelho produtivo como factor de desenvolvimento, desde a produção animal e a pastorícia, na produção do leite e da sua transformação em queijo, produto da região que é potenciado e valorizado nesta empresa. de seguida esteve em contacto com os trabalhadores da Carveste, empresa de confecções em Caria, concelho de Belmonte, onde afirmou a candidatura dos trabalhadores e prestou solidariedade com a luta destes trabalhadores.

Mais tarde, realizou-se uma reunião com o NERGA, núcleo empresarial da região da Guarda onde se colocaram os aspectos mais sentidos pelos micro, pequenos e médios empresários, destacando os custos com a energia e as consequências negativas que terá a introdução de portagens nas SCUT A23 e A25. Foi ainda desenvolvido o sector da floresta como sector produtivo e com enormes potencialidades de desenvolvimento.